Echoes of the Past

OBJECTIVOS

O objectivo geral do projecto é envolver os grupos alvo identificados em actividades de aprendizagem de uma forma sistemática e sustentada com o propósito de desenvolver novos conhecimentos, aptidões e competências ao fazerem uso do património e paisagens pós-industriais como recursos educativos.

A ideia central do projecto procura dar resposta a uma série de dificuldades ao capitalizar os programas de formação e educação vocacional na área da cultura no geral e em específico em contextos pós-industriais.

Ao definir estas metas para os grupos-alvo identificados, numa área tão específica do património cultural, a parceria espera contribuir para a implementação gradual e eficiente de um programa de aprendizagem baseada no trabalho, nomeadamente através de programas de aprendizagem que iram beneficiar do carácter único e intrínseco do património e paisagens pós-industriais.

Elevadas taxas de desemprego jovem e adulto; diminuição acentuada da população; crescimento da população envelhecida; dificuldades na renovação demográfica e dinamismo empresarial; pouco reconhecimento do potencial e contributo da área do Património Cultural para o crescimento económico e coesão social. O encerramento de importantes unidades industriais; os problemas económicos e sociais que as comunidades enfrentam com o encerramento das indústrias. A existência de sítios industriais que são desconhecidos, muitas vezes em estados de abandono e sem qualquer tipo de ocupação ou exploração. Apesar do reconhecimento da importância da educação e formação Carta do Património Industrial, o documento refere apenas grupos incluídos nos níveis tradicionais de ensino (primário, secundário e ensino superior); necessidade de programas de educação e formação especializados orientados para projectos culturais em, património e paisagens pós-culturais; Aumento da procura de ferramentas práticas de trabalho pelos indivíduos incluídos nos grupos-alvo identificados.

Desenvolvimento de projetos estruturais na área da cultura e do património articulados a diferentes campos de especialização como a Educação, a Ciência, a Tecnologia, as Indústrias Criativas como oportunidades de inovação e uma maior consciência social e cultural. O reconhecimento destes espaços industriais como centros polarizadores de crescimento e incontestável interesse cultural, social e turístico. Os espaços pós-industriais reconvertidos em museus e espaços culturais são cada vez mais orientados para a comunidade, devendo promover também o envolvimento das pessoas e dos seus conhecimentos. Nesse sentido, programas especializados em educação e formação que se cruzam com metodologias do património cultural podem ser um recurso de inovação social promotores de crescimento sustentável. A cultura e o conhecimento como um excelente veículo de partilha de aprendizagens, promoção e desenvolvimento dos territórios.

© Copyright 2016